A desconstrução foi a inspiração para o desenvolvimento do produto vencedor.

A Colorgraf conquistou na manhã de hoje (16), o prêmio Transformadores – Verão 2018, no Salão de Design e Inovação de Materiais – Inspiramais. A desconstrução foi o elemento principal de estudo para o desenvolvimento do produto vencedor. É a segunda vez consecutiva que a empresa recebe a premiação.

A exemplo das edições anteriores, os produtos da Colorgraf foram desenvolvidos para atender todos os estágios da metodologia do Fórum de Inspirações, e consequentemente, todos os nichos de consumidores, antecipa Uana Gaspar, gerente do setor comercial da empresa. O preview das tendências para o Verão 2018 aponta inspirações fortes e sentimentos de desconstrução. “Desenvolvemos peças olhando as diversas formas de comportamento, referências de produtos e muita pesquisa“, disse Uana.

Segundo Uana, as pesquisas mostraram que com o passar do tempo, as pessoas vão absorvendo o conteúdo do inverno durante o verão, adaptando-o/reconstruindo-o para um tempo maior. “Por isso da desconstrução e reconstrução. No verão 2018, as questões mais elencadas são adaptação e subversão, dois temas atuais que vêm com força total”, disse.

Para desenvolver os produtos, a Colorgraf participou dos estudos da Conexão Inspiramais que separa as vertentes criativas em uma pirâmide. Dividida em três níveis, essa estrutura é uma forma de setorizar e estudar separadamente esses grupos criativos que serão os responsáveis pela tradução desses conceitos e referências pesquisadas. “O topo da pirâmide é a busca pelo novo. Esses 10% da cadeia criativa são compostos por quem aposta e acredita no trabalho autoral. Os 30%, que fazem parte do meio dessa estrutura, é formado por uma combinação de apostas e processos. Por último, os 60% correspondem à massificação”, explicou Uana.

Mantendo-se fiel a seu público, a Colorgraf continua apostando em inovação, ao mesmo tempo dá sequência às tendências tradicionais com novos olhares, no jeito brasileiro lidar com a moda. “Uma proposta de desconstrução da informação acabou construindo uma informação nova no mercado, cheia de detalhes”, concluiu Uana.

Sobre a Colorgraf

Em 1993 a Colorgraf dava início a suas atividades em Novo Hamburgo. Desde então, impulsionada por investimentos em gestão e tecnologia, a empresa do segmento gráfico vem crescendo sob a direção de Victor Luis Arnold, Ismael Henrique Arnold e Natália Cristina Arnold. Com um portfólio de produtos e serviços em constante expansão, está focada em atender um mercado cada vez mais diversificado e exigente.

No Brasil, a Colorgraf apresenta plantas industriais localizadas em Novo Hamburgo (RS) e Itapetinga (BA), além de contar com um centro comercial na cidade de São Paulo (SP). Atualmente, a atuação da empresa no mercado externo abrange América Latina e Rússia, com escritório estabelecido em Buenos Aires, na Argentina.