Presente nos setores de calçados, bolsas, alimentos, arquitetura, móveis e decoração, a Colorgraf também aposta no setor têxtil. A entrada da empresa nesse setor demonstra que existe um grande potencial. “Estamos preparados e maduros para acreditar nesse mercado de forma criativa, produtiva, competitiva com profissionais qualificados e com ‘ideias fora da caixa’”, disse Uana Gaspar, gerente do setor comercial da Colorgraf.

Produto Setor Têxtil..jpgPara Uana, o setor têxtil sofre mudanças constantemente em decorrência às novas exigências e crescimento do mercado. “Nesse sentido precisamos estar sempre atentos para acompanhar a evolução do setor. Por isso apostamos aplicando toda nossa tecnologia neste segmento através de artefatos como transfers, etiquetas, apliques, tags entre outros produtos”, disse ela.

Em agosto, a Colorgraf participou da Febratex 2018, maior feira para a indústria têxtil das Américas, como forma de selar essa aposta. “Uma forma de abrir oportunidades e de ampliar mercado. Não podemos nos dar ao luxo de ficar parados”, comentou a gerente comercial.

Ela conclui dizendo que as expectativas na cadeia produtiva têxtil brasileira são grandes por se tratar do quarto maior parque produtivo de confecção e o quinto maior produtor têxtil do mundo. “Somos movidos por desafios e acreditamos num Brasil de cores fortes que saberá encontrar seu caminho”.